Todos o pensamentos em um só

Mordomias, um dos males do Brasil


Esse texto foi publicado em 2007 o motivo tinha sido a volta de certos impostos que servem para bancar a farra dos políticos, 4 anos se passaram mas nada mudou e o texto parece que foi escrito ontem e quem ainda não conhece tem uma nova oportunidade.



R$ 14 mil é a despesa por funcionário do Ministério Público da União.
R$ 12 mil é a despesa por funcionário do Judiciário.
R$ 10 mil é a despesa por funcionário do Legislativo.
R$ 4 mil é a despesa por funcionário do Executivo.
R$ 1,46 milhão gastos em salários das lideranças do Supremo Tribunal Federal.
R$ 18,5 milhões/mês em 2003 eram as despesas do gabinete pessoal do presidente ( valor estimado, pois é sigiloso…).
R$ 29 milhões foi o valor previsto para 2007.
R$ 223,1 milhões/ano com gabinete presidencial que sobem para 350 milhões este ano.
R$ 11.239,00 é o salário do presidente mas ele tem todas as despesas pagas pelo Tesouro Nacional.
R$ 4 milhões/ano com segurança presidencial que abrange os escritórios de SP e familiares em Florianópolis e Blumenau. (?)
Patrimônio
R$ 801,8 milhões/2006 gastos pela União com compra, aluguel e manutenção de veículos. O mesmo valor gasto em 2 anos nas estradas.
R$ 3,46 milhões por 70 Peugeots 307 sedan Feline para a cúpula da Procuradoria da República (frota substituída com apenas 1 ano de uso, era um Marea 2006).
R$ 5,4 milhões gastos nos últimos 3 anos com 37 carros importados para o STJ..
R$ 145 mil/veículo para nova compra já preparada de 10 novos carros modelo ômega Cd australiano.R$ 2.340 reais pela troca da base do suporte do telefone do carro importado da chefia da Procuradoria-geral (um ômega Australiano importado 2005) fora os custos de motorista, manutenção, óleo, combustível que sai tudo do bolso da União).
R$ 555,7 milhões pelo custeio de passagens domésticas e internacionais pagos pelo Tesouro Nacional. Desse valor R$19,4 milhões é do Judiciário.
R$ 409 milhões/ano só com combustíveis.
R$ 118,9mil por 200 geladeiras, tipo frigobar, com mínimo de 120 litros, para TRT.
R$ 10,2mil por 34 microondas para o TST.
R$ 33mil/ano por cestas de frutas com 30 variedades pelo STF. No TSE, em duas sessões semanais são 8 tortas de camarão a bacalhau, biscoitos e bolos diversos e mousse de maracujá. No TST, consta no edital a condição essencial:“de primeira qualidade”.
R$ 3,439 mil por um pacote de instrumentos de acupuntura para o TST.
R$ 37,5 mil por contrato de ginástica laboral e gerenciamento de stress para a PGR.
R$ 6,8 mil é o valor gasto com o stress dos funcionários da presidência.
R$ 4,1 mil por uma poltrona giratória de massagem para Ministra do STJ.
R$ 849 reais por uma cadeira de maquiagem para mesma senhoura.
R$ 33 milhões com gastos de cartões de crédito, sendo R$ 4,9 milhões só da Secretaria de Administração da Presidência.
R$ 55 mil é o gasto mensal do cartão de crédito da primeira-dama.
R$ 64,8 milhões é a despesa já deste ano! O dobro do ano passado! E a maioria dos gastos é protegida por sigilo. Um senador, o Álvaro Dias-PR lidera um requerimento para liberação dessas informações, afinal o povo tem direito de saber onde é gasto o dinheiro público!R$ 25,1 mil pagos por uma estante tipo Rack.
R$ 5,5 mil com compra de pedômetros que medem a quantidade de passos que uma pessoa dá (???!!!)
Sedes
R$ 75 milhões é o custo do prédio projetado por Oscar Niemeyer para a Procuradoria-Geral (o projeto inicial de 49 milhões está sob investigação por suspeita de irregularidades. E é no sub-solo deste prédio que os carros que citamos anteriormente passam a maior parte do tempo estacionados.
R$ 239,8 milhões em obras, instalações e projetos no Judiciário.
R$ 1,2 milhão previstos em gastos nos próximos 5 anos ( também no Judiciário).
R$ 202,9 milhões é o custo do novo Tribunal Superior do Trabalho.
R$ 350 milhões previstos para a nova sede do Conselho da Justiça Federal.
R$ 336,7 milhões previstos para a nova sede do Tribunal Superior Eleitoral.
R$ 489,8 milhões previstos para a nova sede do Tribunal Regional Federal.
(imagina o tamanho do desfalque quando tudo isso for executado).
350 m2 é o tamanho a que chega uma sala nestes prédios onde o conforto é maior a cada novo projeto!
650 m2 para a presidência do Conselho da Justiça Federal.
R$ 2,8 mil/m2 é o estimado para estes projetos!
Mas em MG a coisa piora um cadinho!
R$ 6,6 mil/m2 pela sede da Codemig (Cia. De Desenvolvimento ECONÔMICO de Minas Gerais)
e na Presidência…
2 mil funcionários é o existente no Palácio do Planalto, onde trabalha o presidente.
60 são os servidores à disposição do presidente no Palácio da Alvorada, residência oficial (que conta com 7 mil metros quadrados de construção, 400 mil de terreno, 6 suítes, sala de cinema e música, biblioteca de 150m2, academia, piscina olímpica aquecida, sauna com sala de massagem e adega para 2 mil garrafas. Fora a Granja do Torto para os finais de semana que tem as mesmas mordomias. E claro, manter tudo isso tem um custo!
A assessoria particular do presidente era composta por 68 pessoas, pulou para 149.
R$ 6 mil é o salário médio, fora o prestígio!
Mais salários
R$ 23.275 é o salário de 61 SUBprocuradores-gerais da República( e este número pode subir pois tramita um projeto para elevar este valor para R$25,725,00 – já aprovado em 3 comissõesrapindinho….
R$ 55 mil é o salário(-mor) de Antônio de Pádua Bertone Pereira, corregedor-geral do MP de SP.
Alguns salários chegam a R$35 mil e a maioria fica entre R$22 e 30 mil.
R$ 10,8 mil é o salário de um promotor em SP.
R$ 19 mil é o salário do promotor em TO. (um estado pobre se comparado a SP…)
R$ 15 mil é a cota mensal de auxílio-combustível para cada deputado. Parlamentares já trocam gasto com combustíveis poraluguel de aviões.
Auxílios que podem triplicar esses vencimentos:
-Auxílio-moradia
-Auxílio-alimentação
-Auxílio-vestimentas
-Carros de Luxo sem despesas para o funcionário
-Abonos
-Gratificações
Com tantos auxílios, um funcionário, que não quis se identificar, disse que os promotores nem precisavam de salários.O procurador–geral Rodrigo César Rebelo Pinho enviou em 2006 projeto criando mais 202 cargos sem concurso. Mas foi suspenso mesmo depois de aprovado por ter sido considerado “inadequado”.
O conselho não está interessado em cortar os super-salários e adia a votação por mais de 10 vezes.Descontada a inflação, os salários do Ministério Público mais que dobraram nos últimos 10 anos (coisa de 114,7%).

Especialista afirma que
a festa dos três poderes só vai acabar quando a sociedade fiscalizar através de ONG’s e pela imprensa. Se ninguém reclamar, eles vão mantendo a situação como está e até piorando, como podemos ver. Mostrando que os Tribunais e o Governo são ágeis para gastar, mas lentos para trabalhar!

Quantas vezes os vencimentos dos altos dirigentes do serviço público superam a renda médias dos cidadãos?

4,4 na Espanha / 4,5 no Estados Unidos / 7,7 na Argentina / 16 no Chile / 24,5 no Brasil

Fonte: MORDOMIAS: OS MALES DO BRASIL SÃO… série de reportagens do jornal O Globo

0 comentários: